CONECTE-SE
TWITTER
Image Not Found On Media Library
indio
INSTAGRAM
  • Defendo armar a Guarda Municipal, desde que se faça muito treinamento e apenas os GMs qualificados possam porta-la. A Guarda de SP é armada há anos. E ajuda muito à PM. Tomara que os vereadores aprovem o projeto de lei e o prefeito ofereça o treinamento adequado para ir armando aos poucos. Sugiro começar pelo grupo especial que está à frente dos enfrentamentos com ilegalidades. Com a GM armada aliviará o tempo da PM para tratar de crimes de maior potencial ofensivo.
  • Minha crítica da prefeitura não cumprir contratos e dar calote nas suas dívidas  têm razões éticas e práticas. A prefeitura não depositou uma parcela da dívida com o BNDES, mas agora terá que pagar por ter esse valor acrescido de multas. E, agora, quem está em risco é a cidade que perde em serviços e os servidores que podem não receber o que lhes é devido. 😡
Dívida se paga. Simples assim.
  • Lembro de uma reunião com o prefeito e todo o seu secretariado, no primeiro ano da atual gestão. Eu defendia conter os gastos da prefeitura para pagar as dívidas deixadas pela gestão anterior. Crivella escutava a opinião de todos. Clarissa Garotinho defendia que não seriam necessárias medidas de contenção de gastos com o argumento que “dívida de governo não se paga, se rola”. 😱 
A reunião buscava caminhos para resolver a dívida deixada pela “gestão olimpica” onde, além do conhecido registro público de bilhões a serem pagos nos anos seguintes, haviam outras dívidas, na casa de 1.5 bilhão de reais, que apagaram dos sistemas de controle da prefeitura, como se não existissem. (Solução ilegal usada pelos governos Lula-Dilma para burlar a lei de responsabilidade fiscal que torna inelegível o gestor que não cumpri-la). Agora, o atual prefeito dá um calote no BNDES como se pudesse dispor do caixa sem pagar suas dívidas. A Justiça interrompeu o calote ao BNDES, bloqueando receitas. A prefeitura recorrerá. E, espero, perderá em nome da seriedade com a gestão pública.
Calotes, cancelamento do concessões sem o devido processo anterior, foi o que transformou a Venezuela no que é. 
Na minha opinião, dívida de governo SE PAGA.
  • Até que enfim!! O seguro obrigatório só serve para encher o bolso de grandes seguradoras. Custa muito mais caro do que apoia poucos atendidos. Seu fim é mais um ponto para reduzir o abusivo “custo Brasil”.
  • Não é novidade a matéria do jornalista Rafael Galdo, do O Globo, que mostra o Rio dominado pelo crime. E, a situação piora a cada dia. Por trás, há muitos interesses. Entre eles, eleitorais, financeiros, “empresariais” e muitos outros. Uma realidade que precisa ser mudada.
  • Lições de um grande amigo e empreendedor. Aqui, no MBA Executivo do Insper, tem sido meu lema. Já estou saindo para a aula de Contabilidade.
  • Lula solto. Política nacional pegando fogo. E eu aqui, me preparando para a prova de Macroeconomia, no Insper.
  • Uma aula do que importa na vida!
  • Cheguei hoje aos 49! Busco em Deus as razões para entender o que estou vivendo. 
Ao mesmo tempo, à Ele, agradeço ter saúde, família e amigos que, quando caio, me levantam. Agradeço hoje, no dia do meu aniversário, todo o seu carinho, respeito e relacionamento, concordando ou discordando das opiniões que publico aqui. 
Brigam as ideias e não as pessoas. Quando deixei a vida pública, tinha o desejo de manter a amizade com muita gente que me acompanha há tantos e tantos anos. Afinal, hoje, as redes facilitam isso. 
Obrigado por existir na minha vida 🙏🏼
Você tem sido importante para mim ☺️
Em breve, espero que juntos, comemoraremos meu meio século!!
  • Levando a Eva na escola, de Uber. Daqui vou para o Insper, onde estou estudando, em SP. Lá, pegarei um táxi, talvez um Uber, ou, se der vontade, vou de ônibus, para conversar com as pessoas. A guerra Táxis X Uber é absurda e cheia de manipulação política! Só reaparece no processo eleitoral que normalmente se inicia 1 ano antes do pleito. O que deve prevalecer é o direito do passageiro de escolher para onde vai e como vai e ter o direito de pontuar se o transporte está ou não adequado para seu conforto e segurança. Sou contra a opressão! Viva a liberdade de escolha!!
  • Fui ver Coringa. É um filme espetacular para refletir. Não é nada divertido. Mas, aprofunda muito a reflexão-crítica social. Se tiver estômago..., recomendo!!
  • Semana dos professores!

Fiquei arrepiado com o texto que recebi por WhatsApp do Marcelo Reis Garcia, especialista na área social, sobre a Educação. E, como ele, também me senti culpado por ter feito pouco pela educação. 
Motivado pelo texto, divido o que penso com vocês:  a estrutura da Educação de é ruim e qualquer solução deveria ter foco exclusivo no aluno, dando também voz às suas famílias, assim como serviços desruptivos que desbancam os antigos, como cito abaixo. 
Uber, 99 Táxi e outros sistemas mudam o transporte de táxi tradicional. Coworkings mudam o mercado de locação de escritórios. Agora, “welive” muda o conceito de moradia, e talvez ainda mude ainda o conceito de família, incluindo mais fortemente “padrinhos e madrinhas“ pela proximidade na criação. Airbnb redesenha os serviços de hospedagem. Asana refaz a forma de gerir empresas. Porém, além da educação a distância, não acessível à todos, pouco se fez para melhores sistemas de Educação considerando professores bem pagos, qualificados e reconhecidos permanentemente. 
O que todos os sistemas disruptivos têm em comum?? Foco no cliente, que participa, opina e avalia com poder de transformação passo a passo do serviço. 
Na Educação, faltam iniciativas com FOCO NO ALUNO. E, para isso, deve-se incluir, em definitivo, suas famílias. 
E, com as inclusões que fiz acima, concordando em grande medida com a autocrítica do Marcelo, peço sua licença para dividir sua reflexão na semana dos professores. Está no meu  facebook.com/indiodacosta

Centro do Rio

Todas

O candidato ao governo do Rio de Janeiro, Indio da Costa (PSD), anunciou o voto e o apoio a Jair Bolsonaro para a presidência da República. Perguntado no debate com os concorrentes no SBT/ Folha de São Paulo/ Uol, Indio afirmou: “Eu votarei no Bolsonaro para presidente. Ele é do Rio de Janeiro e está preocupado com a Segurança Pública.  Outro motivo é que Bolsonaro não está ligado a esses …

Leia Mais →

Uma caminhada pela Rua Uruguaiana, no centro do Rio de Janeiro, foi o compromisso de campanha que abriu a semana de Indio da Costa, candidato ao governo do estado pelo PSD nesta segunda-feira, 20/8. Descontraído, Indio conversou com as pessoas, ouviu suas demandas e falou das propostas, com rigor máximo para o investimento em Segurança Pública. Acompanhado de Zaqueu Teixeira, seu candidato a vice e ex-chefe da Polícia Civil, Indio …

Leia Mais →
Arquivos Centro do Rio - Indio da Costa