CONECTE-SE
TWITTER
Image Not Found On Media Library
indio
INSTAGRAM
  • Cheguei hoje aos 49! Busco em Deus as razões para entender o que estou vivendo. 
Ao mesmo tempo, à Ele, agradeço ter saúde, família e amigos que, quando caio, me levantam. Agradeço hoje, no dia do meu aniversário, todo o seu carinho, respeito e relacionamento, concordando ou discordando das opiniões que publico aqui. 
Brigam as ideias e não as pessoas. Quando deixei a vida pública, tinha o desejo de manter a amizade com muita gente que me acompanha há tantos e tantos anos. Afinal, hoje, as redes facilitam isso. 
Obrigado por existir na minha vida 🙏🏼
Você tem sido importante para mim ☺️
Em breve, espero que juntos, comemoraremos meu meio século!!
  • Levando a Eva na escola, de Uber. Daqui vou para o Insper, onde estou estudando, em SP. Lá, pegarei um táxi, talvez um Uber, ou, se der vontade, vou de ônibus, para conversar com as pessoas. A guerra Táxis X Uber é absurda e cheia de manipulação política! Só reaparece no processo eleitoral que normalmente se inicia 1 ano antes do pleito. O que deve prevalecer é o direito do passageiro de escolher para onde vai e como vai e ter o direito de pontuar se o transporte está ou não adequado para seu conforto e segurança. Sou contra a opressão! Viva a liberdade de escolha!!
  • Fui ver Coringa. É um filme espetacular para refletir. Não é nada divertido. Mas, aprofunda muito a reflexão-crítica social. Se tiver estômago..., recomendo!!
  • Semana dos professores!

Fiquei arrepiado com o texto que recebi por WhatsApp do Marcelo Reis Garcia, especialista na área social, sobre a Educação. E, como ele, também me senti culpado por ter feito pouco pela educação. 
Motivado pelo texto, divido o que penso com vocês:  a estrutura da Educação de é ruim e qualquer solução deveria ter foco exclusivo no aluno, dando também voz às suas famílias, assim como serviços desruptivos que desbancam os antigos, como cito abaixo. 
Uber, 99 Táxi e outros sistemas mudam o transporte de táxi tradicional. Coworkings mudam o mercado de locação de escritórios. Agora, “welive” muda o conceito de moradia, e talvez ainda mude ainda o conceito de família, incluindo mais fortemente “padrinhos e madrinhas“ pela proximidade na criação. Airbnb redesenha os serviços de hospedagem. Asana refaz a forma de gerir empresas. Porém, além da educação a distância, não acessível à todos, pouco se fez para melhores sistemas de Educação considerando professores bem pagos, qualificados e reconhecidos permanentemente. 
O que todos os sistemas disruptivos têm em comum?? Foco no cliente, que participa, opina e avalia com poder de transformação passo a passo do serviço. 
Na Educação, faltam iniciativas com FOCO NO ALUNO. E, para isso, deve-se incluir, em definitivo, suas famílias. 
E, com as inclusões que fiz acima, concordando em grande medida com a autocrítica do Marcelo, peço sua licença para dividir sua reflexão na semana dos professores. Está no meu  facebook.com/indiodacosta
  • Vale refletir sobre esse gráfico que conheci hoje na aula de Macroeconomia. O hiato cria uma falsa sensação de bem estar, em geral usado em governos em épocas de reeleição. Grave!
  • Assim que saí da prisão, tinha provas finais no Insper - SP. Fiquei na dúvida se deveria ou não encarar. 
Tendo recebido muito apoio e carinho dos alunos e professores, vim e fiz. As notas foram 90 e 95. A medias ficaram em 8,65 e 7,94. 
Agradeço o carinho de todos. 
Valeu a pena!!
  • Na dor, sim, tenho encontrado forças para seguir adiante. 
Agradeço o carinho que tenho recebido por telefonemas e mensagens. 
Entre os muitos gestos, divido com vocês o texto que recebi do Jey Leonardo, escrito a caneta por um psicólogo.
  • Instagram Image
  • Comecei o dia com um comentário provocador do Lalo João Pessoa por uma postagem de 2018, com a deputada Flordelis, no meu Face. Aproveitei para refletir sobre o assunto. 
Como presidente que fui do PSD, meu objetivo era aumentar as fileiras do Legislativo estadual e federal com parlamentares comprometidos com os mesmos valores que eu carrego: ética, honestidade e amor pelo bem público. 
Foram vários os acertos, embora seja difícil saber quem é quem nesse jogo da velha política. Não foi à toa que abri o partido para receber novos nomes. E, conheci pessoas incríveis que fazem de tudo para trazer mais investimentos e qualidade de vida para o nosso Estado. 
Recentemente, no entanto, me deparei com essa inacreditável situação envolvendo a família da deputada Flordelis. Uma pessoa que se dedicou a adotar e cuidar de crianças que ela ajudava a tirar do tráfico para ter uma vida saudável, com base na sua cultura e formação religiosa. 
O meu sentimento é de decepção. Não somente pelo horror do fato, mas pelos 197 mil eleitores que acreditaram, assim como eu, que esse era um projeto social  transformador. 
A justiça comum fará seu trabalho e decidirá seu futuro. A justiça divina, impecável, dará à todos o castigo justo. 
A mim, resta o aprendizado de que quem vê cara não vê coração. 
E, como sempre defendi que os líderes partidários devem filtrar melhor seus candidatos, peço desculpas pela sua filiação à época. Assim como seus 197 mil eleitores, acreditei que seria uma esperança para o nosso Rio de Janeiro.
  • Filhas e sobrinhos ❤️❤️❤️
  • Soluções simples e sem gasto público podem mudar a nossa realidade!! A crise no Rio já estressa qualquer um: desemprego, falta de oportunidades, de cursos  profissionalizantes para quem mais precisa, etc. Mas, piora no dia a dia quando os serviços básicos também nos deixa na mão!

O BRT foi pensado para ser solução, mas seu asfalto tem péssima qualidade, o ônibus demora e vive lotado. 
A solução estrutural, de longo prazo, não está na construção de novas vias, mas no adensamento de moradias nas proximidades das estações de trem e de metrô. Essa prática é conhecida como DOT: desenvolvimento orientado pelo transporte. Além de facilitar a moradia perto do transporte de massa, esse conceito libera na LUOS (lei de uso e ocupação do solo) moradia perto do trabalho e o trabalho perto da moradia. 
Soluções simples e sem gasto público podem mudar a nossa realidade!! Boa sexta-feira!!
  • A crise na Argentina foi causada pela mesma equação petista que destruiu o Brasil: sucessivos governos estatizantes, demagogos e corruptos. A força Kirchner na Argentina é um alerta. Sabemos que o remédio para reconstruir um país arde. E, o caminho sustentável é fazê-lo envolvendo a sociedade .

fevereiro, 2018

Todas

Li com orgulho a entrevista da secretária Verena Andreatta ao arquiteto Washington Fajardo, publicada no jornal O Globo, no último sábado. Ao aceitar meu convite para cuidar da política de Urbanismo da cidade, ela abriu a oportunidade de fazermos um excelente trabalho, parte dele exposto nessa entrevista excelente: Verena Andreatta é nome de atlas. A arquiteta e urbanista, Doutora em Urbanismo e Ordenação do Território pela Universidade Politécnica da Catalunha, …

Leia Mais →

Não adianta insistir! Não existe segurança pública sem polícia, e não existe polícia sem policiais. Por mais óbvio que pareça, isso foi esquecido no Rio de Janeiro. Por aqui, fazem programas de governo na área da segurança pública sem considerar a polícia. Foi assim com Brizola, em 1982, com o Moreira Franco, em 1986, e com todos os governadores que vieram em seguida. Não à toa, nada tem dado certo …

Leia Mais →

Em nome da esperança legítima da população do Rio, darei meu voto de confiança ao decreto de intervenção no Estado. Mas, estou cético, completamente descrente do sucesso da medida, por tudo que já assisti. Para ter chance de sucesso, a intervenção deveria afastar o governador Pezão – ele sim o responsável pelo descontrole da política de segurança pública. Isso eu pedi ao Presidente Michel Temer no dia 6 de julho de 2016. Fui recebido …

Leia Mais →

Discurso na Câmara dos Deputados, em 19/2/2018: Sr. Presidente, vou ser bastante breve e objetivo. Há 2 anos, eu fui ao Presidente Michel Temer e pedi intervenção no Rio de Janeiro, e a única intervenção possível, efetiva e concreta é com o afastamento do Governador que lá está. De qualquer maneira, essa é a terceira tentativa do Governo Federal do Rio de Janeiro de levar esperança e segurança de volta …

Leia Mais →

Discurso na Câmara dos Deputados, em 7/2/2018: Sr. Presidente, a revista Exame publicou um estudo que mostra que o Estado do Rio de Janeiro é o segundo Estado em eficiência de arrecadação. Aparentemente isto seria motivo de elogio, de reconhecimento, não é. O recurso que o Governo do Estado tem arrecadado não tem ido para onde deveria. Os serviços são de péssima qualidade. Ontem mesmo, interromperam a Linha Amarela, a …

Leia Mais →

Incrível, né? O Estado do Rio de Janeiro é o segundo estado da Federação em eficiência para arrecadar. O ranking mostra que no indicador, o Rio está bem acima da média nacional e três posições acima de São Paulo e uma acima de Minas Gerais. Se a avaliação dos governos fosse só pelo grau de eficiência no arrecadar, o Estado do Rio estaria bem. Mas, para quê mesmo os governos …

Leia Mais →

A coluna do Ancelmo traz hoje uma boa notícia sob o título “A Síria dos Trópicos”. Confere aí: Até que enfim. Que os municípios precisam participar, eu nunca tive dúvidas. Tanto que na Câmara elaborei o Projeto de Lei Complementar 186/15, que cria indicadores de redução da violência e insere os municípios no campo da responsabilidade pela evolução positiva deles. Na minha campanha para a prefeitura do Rio, em 2016, …

Leia Mais →
fevereiro 2018 - Indio da Costa